Manter o Nowloaded online gera custos, esses custos são pagos com doações e publicidade. Então, desative seu AdBlock no Nowloaded ou nos ajude doando!

Welcome to Nowloaded.org

Registre-se agora para ter acesso a todos os nossos recursos. Uma vez registrado e conectado, você poderá contribuir para o Nowloaded enviando seu próprio conteúdo ou respondendo ao conteúdo existente. Você poderá personalizar seu perfil, receber pontos de reputação como recompensa por enviar conteúdo, além de se comunicar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada e muito mais! Esta mensagem será removida assim que você tiver feito o login.

Gattsu

Veterano
  • Total de itens

    4.391
  • Entrou

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    93
  • Tempo Online

    927d 2h 58m 51s

Reputação

648 Excelente

Sobre Gattsu

  • Rank
    Dark Swordsman.
  • Data de Nascimento 30-04-1984

Informações do perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Minas Gerais

Métodos de contato

  • Site
    http://anime-share-brasil.blogspot.com.br
  • Twitter
    GattsuSwordsMan

Últimos Visitantes

20.393 visualizações
  1. Quem dera saísse algo com esse nível aí, o character design é muito bom, fora que os golpes ficam melhores em animações 2D. Lembro que até hoje não sei como zerar esse jogo, aqui na minha cidade o maior fliperama colocou um PSX dentro de uma máquina, eu sempre jogava, no entanto quando chegava no último chefe após derrotá-lo ele se levantava e me atacava. Essa abertura é animal, isso aí rivalizaria com SF2V tranquilo. Está bem amador mesmo, vi o episódio 2 e dei uma bela desanimada, já ocorreram coisas no enredo que não me agradaram. Humor pastelão estraga qualquer coisa, tira o impacto e a imersão, aquela sensação de perigo real, tudo fica banal, aí perde a graça, humor tem que ser bem encaixado para ficar bom. Como comentei ali com o Zhero, nesse episódio forçaram a barra, aparece Ryo Sakasaki e o cara não consegue parar Benimaru? Se for olhar nem o Billy Kane era para ser adversário para ele, KOF é principalmente a junção de "Art of Fighting e Fatal Fury" e alguns outros jogos da SNK, ou seja, protagonista de AOF (Dragão Invencível) e protagonista de FF (Lobo Faminto/Solitário) tinham que ser bem fortes, ao menos até agora com Terry deram a impressão que ele é de alto nível, o Ryo foi tratado como personagem de segunda categoria, tanto forçaram a barra que há uma cena em que o Kyo para o soco dele e do Benimaru ao mesmo tempo mostrando muita superioridade, sei que ele é o protagonista, mas a diferença foi demais, ao menos Ryo tinha que lutar no mesmo nível do Kyo, assim como Terry. E as lutas são muito sem graça, os movimentos são estranhos, não dá emoção nenhuma.
  2. Já tinha ouvido falar desse projeto, mesmo que a própria produtora original do game tenha esquecido dele os fãs nunca esquecem, Alex Kid fez parte das infância de muita gente, meu Master System veio com o Sonic, mesmo assim sempre que podia jogava na casa dos colegas, só fui zerá-lo depois de mais velho emulado no PC. Vou dar uma olhada no trabalho dos caras.
  3. Havia até me esquecido que essa animação sairia... Realmente o visual é de baixo orçamento como previsto, no entanto isso poderia ter sido contornado se o anime contasse com um bom character design, o que também não foi o caso. Achei as lutas genéricas, sem profundidade nesse primeiro episódio, o enredo foi mantido nos seus elementos mais básicos, resta saber como vão trabalhar a continuidade, tomara que não tome um rumo sem pé nem cabeça. Tudo leva a crer que é mais um desses projetos para fãs que ficam satisfeitos com pouco, bem pouco, daqueles que saem gritando aos quatro ventos o quanto uma animação de gosto duvidoso é perfeita apenas por ter o nome da franquia amada. Dá para assistir, contudo acho que KOF merecia algo melhor que isso. Os pontos positivos é que saiu já legendado e foi dublado pelo dubladores japoneses porque assistir com áudio chinês iria ser muito estranho.
  4. Falando em Manchete esses dias aconteceu uma coisa bem legal, descobri que o diretor de programação da Manchete tem um canal no youtube, lá tem uns vídeos muito interessantes, em um ele conta como foi o processo para exibir U.S Mangá no Brasil, mesmo naquela época eles tiveram um trabalho enorme para censurar as coisas, sim, eles censuravam, no entanto eles faziam da melhor maneira possível para não comprometer a obra. Em um dos episódios de Genocyber tiveram que cortar 10 minutos, e ainda tiveram que fazer isso sem tirar o sentido da história e não prejudicar a gente, em outro vídeo ele conta como foi trazer Yuyu Hakusho para o Brasil, ele diz que depois do sucesso de Cavaleiros todos estavam exigindo dele mais Cavaleiros, por isso ele tentou com Samurai Warriors e Shurato, ele falou que naquele tempo como não existia a internet ele chamava a molecada lá na Manchete, moleques que recebiam fitas VHS do Japão de algum parente, havia uma locadora que gravava episódios no Japão legendava e alugava as fitas, fazia altas reuniões com a meninava a fim de descobrir o que era legal do que não era... Um certo dia aparece um moleque lá com várias fitas e diz a ele, "assiste aí que esse é o novo sucessor de cavaleiros", não deu outra, começou a assistir mais ou menos 6:30 e quanto viu já eram quase 22:00, foi lá e apresentou o anime para o pessoal, no início não deu tanta audiência mas depois começou a ir muito bem. Falou também do porquê ele chamar Yuyu Hakusho de "seu bebê"... anime indo bem na audiência e um dia ele é chamado pelos chefões, pensou que seria elogiado pelo bom trabalho e dizem a ele que era para arrumar outra coisa para colocar no ar, que eles não iriam permitir um anime no qual existe um personagem com uma "suástica" na testa, lembra do Kazemaru? Aquele ninja que luta no torneio da Genkai? Ele disse, " e se eu remover essa suástica aí, o anime pode continuar no ar?" Eles dizem que sim e ele vai à luta com o editor e conseguiram, ele deu graças pelo personagem não participar de outros arcos, realmente ele salvou o anime, se ele tivesse desistido nunca teríamos terminado de assistir, não pelo menos até a internet começar a bombar. Mesmo naqueles tempos os caras já sofriam com a censura, a diferença é que eles faziam o possível pela integridade da obra, não havia legislação pesada em cima, com isso podiam exibir várias cenas consideradas pesadas. Até deixei um comentário lá agradecendo a ele pelo grande trabalho, vou deixar o link do canal do cara, apenas resumi as histórias: https://www.youtube.com/channel/UCpkaQ7rWhhB8UiPDTWMFOPQ
  5. Cara, tenho várias preocupações com esse anime e aquela que mais me assusta é a possibilidade de ser outro "Omega", ou ainda mais infantil, nível DBS, e sabemos que Saint Seiya é um anime bem violento e apesar de sua faixa etária ser categorizada como Shounen não era difícil vermos rios de sangue voando na tela, isso faz parte do que é a obra, do cerne dela. Hoje em dia estou vendo várias obras serem estragadas por esse excesso de infantilização, parece que não existe meio termo, ou uma coisa é para criancinhas de 5 anos ou para adultos, um bebê, uma criança de 7 a nos ou um adolescente de 15 são todos categorizados como bebês, parece que não existe nenhuma diferença. Na época em que CDZ foi feito parece que eles superestimavam os jovens, do tipo, vamos mostrar braços e pernas voando pois eles aguentam numa boa, nos tempos atuais o jovem é subestimado, fora que era uma sociedade mais aberta, hoje é tudo politicamente correto, já crescem com esse moralismo exacerbado na cabeça, tanto que em um dos episódios passados de DBS fãs japoneses reclamaram da forma como o Mestre Kame se porta na frente de garotas, dá par acreditar em algo desse tipo...
  6. Sim, infelizmente não falaram mais nada desde então, ao menos que eu saiba.
  7. A Netflix anunciou nesta quarta-feira (2) uma nova leva de animes e live-actions baseados em mangás, incluindo uma inesperada nova série original de Cavaleiros do Zodíaco. Durante o Anime Slate 2017, a rede de streaming mostrou apenas um pôster do conhecido Seiya ajoelhado perante Athena, numa paisagem destruída. Não há previsão de estreia para a série. Segundo o site Jovem Nerd, este novo anime trata-se de um reboot, com objetivo de atualizar não somente as animações como também a época em que a história acontece. A série, em produção pela Toei Animation com direção de Yoshiharu Ashino, contará com 12 episódios de 30 minutos, com roteiros de Eugene Son, responsável por algumas animações da Marvel como Os Vingadores Unidos e Ultimate Homem-Aranha. --------------- Parece que será uma série bem enxuta, visto que até onde vi pretendem adaptar a saga da Guerra Galáctica e a saga dos Cavaleiros de Prata em apenas 12 episódios, sendo que na animação clássica isso dá mais de 30 episódios, até aí tudo bem, o que me preocupa mesmo é esse 3D, e o roteirista, não curto desenhos da MARVEL. Queria mesmo algo voltado para o público adulto e adaptado direto do mangá, com todo o gore possível já que a animação clássica foi adaptada em várias coisas para aparecer na TV e com animação tradicional se possível, agora é aguardar, talvez o nível do CG seja de alto escalão, o que já melhoraria as coisas.
  8. Sou muito fã de Metroid, o problema é a Nintendo, ela é tão cega quando a SEGA, com o perdão do trocadilho infame. É um sonho para todo fã da franquia vê-la adaptada, na visão deles é um negócio arriscado, talvez com o sucesso de Castlevania novas portas se abram para que possamos ver cada vez mais animações de qualidade de jogos clássicos.
  9. Como fã eu gostei do que vi, só faltou um pouco mais de ação e episódios, quando você começa a se acostumar com o clima e personagens o anime acaba, a primeira temporada conta com apenas quatro episódios com cerca de 25 minutos de duração, o que vimos ali é uma prequel do jogo Castlevania 3 se não estiver enganado. Acertaram a mão no gore e na violência, ou seja, ambos em abundância além de terem cumprido a promessa de fazer um anime focado no público adulto, a próxima temporada contará com 8 episódios, o que ainda acho pouco, teria que ser ao menos uns 13. Parece que o anime foi um teste para saber se havia público e se a animação seria bem recebida por esse público, no dia do lançamento já apareceu a notícia que a série havia sido renovada.
  10. NOTÍCIA Ataribox será revelado dentro de 2 semanas

    Se forem entrar mesmo nessa briga terão que entrar com força total, se lançarem um console fraco não terá impacto algum no mercado.
  11. Esse jogo está horrível, pelo menos pelo que pude notar pela "DEMO", se não melhorarem uns 200% no lugar da CAPCOM eu teria vergonha que lançar isso no mercado. Todo mundo sabe que os direitos dos personagens não estão com a MARVEL, vivemos em tempos modernos com acesso a informação, os personagens não estarão lá tão somente por isso e nada mais. Acho que não precisavam inventar desculpas esfarrapadas.
  12. Só pegaria mesmo se estivesse montado na grana, o que infelizmente não é o caso. No mais estou esperando dumparem a rom do Star Fox 2 já que quero dar uma conferida.
  13. Eu sempre curti games de luta, contudo prefiro os mais cadenciados como SF, pelo menos até o SFA3, esses jogos tem combos simples que quem domina e sabe o momento de usar faz toda a diferença, no mais o próprio set de movimentos básicos se bem usados são armas mortais, do tipo, rasteira forte da chun-li usada no "timing" correto funciona como um excelente anti-aéreo, nunca fui muito fã de combos muito grandes e elaborados, então passava longe de jogos como Killer Instintc, Marvel vs Capcom e afins ou mesmo Guilty Gear. Kof 97 por exemplo, tinha combos bastante elaborados para quem quisesse usá-los, mas também comportava um modo de jogo baseado em combos simples usando mais o set de movimentos básicos dos personagens, os jogos com o tempo foram perdendo essa versatilidade, hoje em dia o jogador que usa somente golpes básicos é um jogador de nível baixo, apenas aqueles que dominam perfeitamente o básico e ainda usam combos complexos conseguem ser realmente bons, ser relevantes no jogo. Voltando ao foco, é bom sim que existam as duas vertentes, jogos mais tranquilos de se jogar e aqueles que demandem mais empenho do jogador, como no caso desse novo jogo, é uma opção a mais, para quem curte uns combos e ainda é fã de DB vai chorar de alegria com certeza, eu não gostei nada do Xenoverse, apesar de ter quase certeza que serei saco de pancadas nesse novo game ainda sim prefiro ele, mesmo sem nem ter jogado. Nem me fale dessas trilhas genéricas dos jogos de animes, bom saber que não sou o único inconformado, os animes tem trilhas maravilhosas, aí chega na hora de jogar aquele game legal daquela animação que você tanto gosta vem aquela trilha broxante, quase que seria melhor jogar no mudo, quando o jogo é de PC ainda temos os mods salvadores, eu mesmo joguei "Saint Seiya: Alma dos Soldados" com a trilha original, a pegada é outra, a vontade de jogar se multiplica, a nostalgia sobe a níveis exorbitantes, se esse novo game de DB tiver dublagem em português e trilha sonora original seria o sonho dos fãs realizado. Sobre combos eu sou bom para levá-los, faço uns de 3 hits está bom... mas o visual está incrível, o character design todo puxado da época que DB era bom, a técnica que eles usam é muito refinada, muitos anos já de experiência, vale a compra do game só pelo capricho na parte visual. Tomara mesmo que seja mais simples do que parece, com certeza o jogo fará mais sucesso, ser for algo bem a nível competitivo mesmo será mais focado em um tipo específico de jogador, os outros irão até comprar mas depois de uma ou duas semanas irão encostar o game, vejo muito isso acontecer na minha turma de amigos... os caras ficam empolgados com determinado jogo de luta, compram e nem jogam online pois já sabem o que os espera, mesmo entre amigos tem sempre um ou dois da turma que tem mais costume e levam aquela vantagem logo no início e os outros nunca mais aceitam um desafio deles, sempre estão cansados ou pedem para jogar depois pois na real ninguém gosta de perder. Concordo com você, tomara que tenha mesmo a campanha tradicional, muita gente diz que é repetitivo, sou muito mais isso a tentarem inventar alguma coisa estapafúrdia. Quase certo que irão colocar personagens de DBS, só de ver o Gold Freeza ali já fico contrariado pois me lembra o fracasso que DB foi transformado.
  14. Desde o Budokai Tenkaichi 3 não temos evolução nos jogos de DB, tanto em jogabilidade quanto em quesitos técnicos, depois da sexta geração de consoles parece que a mente dos japoneses quanto aos jogos de DB mudou, antes eles faziam o possível para que tivéssemos jogos ao nível das gerações as quais pertenciam os consoles, após esse período só produziram jogos de baixíssimo orçamento muito abaixo do hardware que os consoles possuíam. O novo game me agrada em estilo gráfico, parece uma evolução do Dragon Ball: Hyper Dimension do Snes, é muito bonito mesmo, character design está fabuloso, no entanto essa pegada competitiva com trocentos milhões de combos para decorar, combos aéreos etc não é para mim, e com certeza esse jogo é de nicho, várias pessoas vão comprar porque é DB. Na hora de jogar vão se assustar dada a dificuldade de enfrentar pessoas que jogam games de luta competitivos ou mesmo tem já uma certa familiaridade com "Guilty Gears/Blaz Blues" e afins que são jogos bem difíceis de dominar. Para caras como eu pelos menos ficarão as jogatinas mais tranquilas com os amigos...
  15. Parece que vai ser muito boa esse animação, agora que vi o trailer estou colocando fé, espero ansioso. Falando nisso, zerei o Metroid 2 Remake em 100%, comecei a jogar aquele fangame de Castlevania que você postou outro dia, é bem difícil o jogo no entanto é bem legal.