Manter o Nowloaded online gera custos, esses custos são pagos com doações e publicidade. Então, desative seu AdBlock no Nowloaded ou nos ajude doando!

Welcome to Nowloaded.org

Registre-se agora para ter acesso a todos os nossos recursos. Uma vez registrado e conectado, você poderá contribuir para o Nowloaded enviando seu próprio conteúdo ou respondendo ao conteúdo existente. Você poderá personalizar seu perfil, receber pontos de reputação como recompensa por enviar conteúdo, além de se comunicar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada e muito mais! Esta mensagem será removida assim que você tiver feito o login.

Entre para seguir isso  
master geese

NOTÍCIA
Dragon Ball FIghterz | Confira quase 15 minutos de gameplay do jogo

066597-760x428.jpg

A Bandai Namco anunciou Dragon Ball FIghterz durante a conferência da Microsoft na E3 2017. O jogo terá um estilo de 2.5D e está sendo desenvolvido pela Arc System Works, que também é responsável pela série de luta, Guilty Gear.

O título está disponível para testes na feira e, graças a isso, temos agora quinze minutos de gameplay mostrando quase todo o rol de personagens. Assista!
 

Trailer Oficial 

dbz_04_600_by_mcmemie-dbcf8q3.gif

dbz_05_600_by_mcmemie-dbcf8oc.gif

dbz_06_600_by_mcmemie-dbcf8tl.gif

Dragon Ball Fighterz será lançado para PlayStation 4, Xbox One e PC no início de 2018 no mundo todo.

 

Fonte: Gamevicio 

 

:mother:ate que enfim um dragon ball de qualidade!!!  e com cara de jogo de nova geração... depois das versões de ps2, nunca mais exploraram o que os hardware tem a oferecer,(a versão do ps2 tinha gráficos tops pra época) a impressão que passava que eram jogos de geração antigas com poucas melhorias gráficas, e maioria pra mim eram bem ruins (o único que gostei foi dbz xernovese, mais não era la essas coisas, tanto em gráfico quanto a jogabilidade) com gráficos medianos... alem dos gráficos lindíssimos,a jogabilidade também me parece ser bem top (gostei do estilo 2d ala arcades, que combina muito bem com franquia) ... isso só aconteceu por que finalmente uma empresa de qualidade botou as mãos nessa franquia, seria maravilhoso se acontecesse o mesmo com outros animes  tipo yuyu hakusho ou cavaleiros dos zodiacos:extasiado:

ps: seria maravilhoso se fosse dublado em português, e claro pelo mesmo elenco que dublou dragon ball z ...pra mim e mais do que obrigatório, por que jogo de qualidade desses  (pelo menos a impressão que os videos me passam) merece uma dublagem altura.

Editado por master geese

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Aquele estilo de gráfico já estava polido ao máximo, não tinha muito mais o que fazer. Foi uma boa decisão colocarem o jogo nas mãos de uma produtora diferente. Ainda bem que essa produtora é a mesma que fez BlazBlue e Guilty Gear. Os caras andam fazendo obras visualmente muito legais. Só não sei dizer se eles mandam bem na parte da jogabilidade.

É como se fosse controlar um desenho animado. Parece excelente.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

no requisito da jogabilidade da minha parte não tenho o que reclamar ^^ os cara sempre mandaram bem... gosto muito do blazblue e guilty gear... pena que não fizeram o mesmo com double dragon, um jogo com tanto potencial numa produtora de primeira, ao invés de seguir a evolução (tanto na parte gráfica e a jogabilidade) fizeram e um retrocesso...  seguindo lado retro, e apelando pra uma nostalgia cega. :DudeComeOn:

outro jogo que também que ficou muito bom, foi o hokuto no ken de ps2, que alem de gráficos de primeira linha (pros padrões da época) a jogabilidade ficou muito boa, e considero o melhor jogo do hokuto no ken já feito.

ps: adoraria outro jogo do hokuto no ken feito por essa produtora :ultimo:

ps2: pelos gameplay do novo dbz... achei bem mais impressionante o marvel vs capcom infinite. 

Editado por master geese

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Só tenho uma coisa a dizer: FINALMENTE. Em vários outros posts do fórum, que falam sobre os jogos do DBZ, eu sempre disse que Dragon Ball Z estava perdendo um grande espaço entre os jogos de luta competitivos.

Não me entendam mal, eu até gostava um pouco dos jogos da série Tenkaichi, porém, para mim (meu gosto pessoal), os melhores jogos de luta são 2D (ou 2.5D). Pode ser saudosismo? Pode. Pode ser que eu seja um cara “old school”? Pode. Pode ser que eu seja um cara chato? Eu sou. Nunca levei a sério, inclusive, até jogos como Tekken, que permitem se movimentar em todos os eixos. Só para deixar claro, eu não estou desvalorizando Tekken. Eu sei do poder e da fanbase que o jogo tem. Ótimo para eles. Espero que sejam felizes jogando.

Eu também nunca curti Mugen. Acho interessante, e até já assisti a alguns gameplays, mas nunca me deu vontade de baixá-los, pois sabia que nunca os encontraria para jogar em grandes e médios eventos. Todavia, acho que os criadores de jogos Mugen do DBZ mostraram para as grandes produtoras o que todos sabiam: DBZ tem, e sempre teve, grande potência no mundo dos games competitivos.

Quando vi o gameplay, já pensei nas horas que vários jogadores – inclusive eu – gastarão para aperfeiçoar e criar seus combos. Agora veremos DBZ em EVOs e outros campeonatos pelo mundo todo.

Agora é só esperar. E que venham os combos! Combos em todo lugar!

OS: Uma crítica irrelevante minha é o fato de incluírem, ou não, aspectos desse novo anime, o Super. Por mim, ficava só no clássico. No entanto, em um dos gameplays, o Freeza se transforma em "dourado/super saiyajin". Não gostei. Porém, não me importo. Contanto que o jogo seja bom, com um bom sistema de combos, eu aturo até um Freeza, macaco, fêmea, super saiyajin nível Deus 99, e soltando Haduken. ^^

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites
8 horas atrás, makotoshishio disse:

Só tenho uma coisa a dizer: FINALMENTE. Em vários outros posts do fórum, que falam sobre os jogos do DBZ, eu sempre disse que Dragon Ball Z estava perdendo um grande espaço entre os jogos de luta competitivos.

Não me entendam mal, eu até gostava um pouco dos jogos da série Tenkaichi, porém, para mim (meu gosto pessoal), os melhores jogos de luta são 2D (ou 2.5D). Pode ser saudosismo? Pode. Pode ser que eu seja um cara “old school”? Pode. Pode ser que eu seja um cara chato? Eu sou. Nunca levei a sério, inclusive, até jogos como Tekken, que permitem se movimentar em todos os eixos. Só para deixar claro, eu não estou desvalorizando Tekken. Eu sei do poder e da fanbase que o jogo tem. Ótimo para eles. Espero que sejam felizes jogando.

Eu também nunca curti Mugen. Acho interessante, e até já assisti a alguns gameplays, mas nunca me deu vontade de baixá-los, pois sabia que nunca os encontraria para jogar em grandes e médios eventos. Todavia, acho que os criadores de jogos Mugen do DBZ mostraram para as grandes produtoras o que todos sabiam: DBZ tem, e sempre teve, grande potência no mundo dos games competitivos.

Quando vi o gameplay, já pensei nas horas que vários jogadores – inclusive eu – gastarão para aperfeiçoar e criar seus combos. Agora veremos DBZ em EVOs e outros campeonatos pelo mundo todo.

Agora é só esperar. E que venham os combos! Combos em todo lugar!

OS: Uma crítica irrelevante minha é o fato de incluírem, ou não, aspectos desse novo anime, o Super. Por mim, ficava só no clássico. No entanto, em um dos gameplays, o Freeza se transforma em "dourado/super saiyajin". Não gostei. Porém, não me importo. Contanto que o jogo seja bom, com um bom sistema de combos, eu aturo até um Freeza, macaco, fêmea, super saiyajin nível Deus 99, e soltando Haduken. ^^

 

apesar de ter curtido as trilogia budokai e o tenkaichi de ps2 achei esse dbz atual bem superior,(pelo menos a impressão que esta me passando) e concordo contigo dbz sempre teve muito potencial, mais infelizmente não muito bem explorado, e finalmente as empresas enxergaram isso!!!  vai ser muito legal ver dbz em campeonatos profissionais... já sobre os personagens acredito que não teremos aquela enorme quantidade de chars que tinha na serie tenkaichi (acredito que no máximo deva ter uns 30)  mais antes qualidade, do que quantidade. ^^

mais espero que elenco seja bem escolhido, e de preferencia só personagens da fase do dbz, os mais importantes tipo piccolo,kuririn,broly,androide 18 etc...  nada de videl,mestre kame,mr.satan,sr.popo etc... e também não gostei muito de ver freeza usando a transformação dourada, não e nem pela transformação...  e sim pela possibilidade de trazer aqueles personagens de bosta do db super, (pra mim nenhum dos novos personagens do db super prestou!!! são todos ridículos!!! e digo mesmo do anime ...o menos pior foi black goku e hits, o resto e tudo dispensável) pra tirar o lugar de um bom personagem da fase dbz.

Editado por master geese

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Desde o Budokai Tenkaichi 3 não temos evolução nos jogos de DB, tanto em jogabilidade quanto em quesitos técnicos, depois da sexta geração de consoles parece que a mente dos japoneses quanto aos jogos de DB mudou, antes eles faziam o possível para que tivéssemos jogos ao nível das gerações as quais pertenciam os consoles, após esse período só produziram jogos de baixíssimo orçamento muito abaixo do hardware que os consoles possuíam.

 

O novo game me agrada em estilo gráfico, parece uma evolução do Dragon Ball: Hyper Dimension do Snes, é muito bonito mesmo, character design está fabuloso, no entanto essa pegada competitiva com trocentos milhões de combos para decorar, combos aéreos etc não é para mim, e com certeza esse jogo é de nicho, várias pessoas vão comprar porque é DB. Na hora de jogar vão se assustar dada a dificuldade de enfrentar pessoas que jogam games de luta competitivos ou mesmo tem já uma certa familiaridade com "Guilty Gears/Blaz Blues" e afins que são jogos bem difíceis de dominar.

 

Para caras como eu pelos menos ficarão as jogatinas mais tranquilas com os amigos... 

Editado por Gattsu

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites
33 minutos atrás, Gattsu disse:

Desde o Budokai Tenkaichi 3 não temos evolução nos jogos de DB, tanto em jogabilidade quanto em quesitos técnicos, depois da sexta geração de consoles parece que a mente dos japoneses quanto aos jogos de DB mudou, antes eles faziam o possível para que tivéssemos jogos ao nível das gerações as quais pertenciam os consoles, após esse período só produziram jogos de baixíssimo orçamento muito abaixo do hardware que os consoles possuíam.

 

O novo game me agrada em estilo gráfico, parece uma evolução do Dragon Ball: Hyper Dimension do Snes, é muito bonito mesmo, character design está fabuloso, no entanto essa pegada competitiva com trocentos milhões de combos para decorar, combos aéreos etc não é para mim, e com certeza esse jogo é de nicho, várias pessoas vão comprar porque é DB. Na hora de jogar vão se assustar dada a dificuldade de enfrentar pessoas que jogam games de luta competitivos ou mesmo tem já uma certa familiaridade com "Guilty Gears/Blaz Blues" e afins que são jogos bem difíceis de dominar.

 

Para caras como eu pelos menos ficarão as jogatinas mais tranquilas com os amigos... 

Justamente isso que você descreveu aconteceu com os mais recentes jogos do DBZ. Ou seja, todos viraram jogos casuais, sem demandar muita habilidade do jogador, associado a gráficos medíocres e um pouco abaixo da média.

Além disso, o que eu falava em outros tópicos era sobre a falta de uma série de jogos DBZ com uma pegada mais profissional. Note que isso não descarta a possibilidade de eles continuarem a fazer mais 300 jogos da franquia Xenoverse e afins. Porém, o que me desanimava era não existir jogos mais atraentes, com mecânicas mais complexas de se dominarem, leia-se: combos.

Agora basta que eles atualizem, de vez em quando, essa nova franquia. Desenvolvendo, assim, Dragon Ball FIghterz 1, 2, 3, etc. Por conseguinte, eles conseguirão atrair uma grande parcela órfã desse tipo de jogos. Parcela essa que gosta dos personagens do universo de Dragon Ball. Claro, se a demanda por esse jogo for boa, o que eu espero muito que seja.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

mesmo sendo algo cansativo na franquia, acharia legal um modo story bem bacana no jogo, do estilo do primeiro dbz budokai (se rolar dublagem oficial em português do elenco original da fase z, ai sim ficara show) ...outra coisa que acharia legal, se tivesse as trilhas sonoras oficias do dbz, ao invés de trilhas sonoras criadas pro jogo.

ps: a trilha sonora desse video e show demais, e umas das poucas que realmente curti nesse jogo.(a dublagem americana do dbz pra mim e asquerosa)

1 hora atrás, Gattsu disse:

Desde o Budokai Tenkaichi 3 não temos evolução nos jogos de DB, tanto em jogabilidade quanto em quesitos técnicos, depois da sexta geração de consoles parece que a mente dos japoneses quanto aos jogos de DB mudou, antes eles faziam o possível para que tivéssemos jogos ao nível das gerações as quais pertenciam os consoles, após esse período só produziram jogos de baixíssimo orçamento muito abaixo do hardware que os consoles possuíam.

 

O novo game me agrada em estilo gráfico, parece uma evolução do Dragon Ball: Hyper Dimension do Snes, é muito bonito mesmo, character design está fabuloso, no entanto essa pegada competitiva com trocentos milhões de combos para decorar, combos aéreos etc não é para mim, e com certeza esse jogo é de nicho, várias pessoas vão comprar porque é DB. Na hora de jogar vão se assustar dada a dificuldade de enfrentar pessoas que jogam games de luta competitivos ou mesmo tem já uma certa familiaridade com "Guilty Gears/Blaz Blues" e afins que são jogos bem difíceis de dominar.

 

Para caras como eu pelos menos ficarão as jogatinas mais tranquilas com os amigos... 

sou bem ruim com combos, e o tipo jogo que não curto jogar com os viciados em combos:laugh: pra mim também pra jogatinas tranquila com amigos... mais gosto desse estilo ala marvel vs capcom, algo que achei que ficou bacana pra essa franquia ^^ 

Editado por master geese

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Os caras do Omelete jogaram e falaram que tá bem fácil de fazer os combos. Dá pra fazer número de hits absurdo logo na primeira jogatina. E o Velberan comentou que deve ter quantidade menor de personagens mesmo, porque essa técnica de cel shading é muito trabalhosa, foca mais em qualidade.

Como parece que tá sendo feito no capricho, dá vontade de jogar toda a campanha denovo. Aquela ordem que tanto conhecemos. Raditz, Saibamen, Nappa, Vegeta... Espero que tenha.

Colocaram Golden Frieza pra atrair quem só conhece Super. Não me surpreendo se aparecer Beerus e Super Saiyajin Red God Saiyajin Super God Blue Saiyajin God Saiyajin também.

 

 

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, makotoshishio disse:

Justamente isso que você descreveu aconteceu com os mais recentes jogos do DBZ. Ou seja, todos viraram jogos casuais, sem demandar muita habilidade do jogador, associado a gráficos medíocres e um pouco abaixo da média.

Além disso, o que eu falava em outros tópicos era sobre a falta de uma série de jogos DBZ com uma pegada mais profissional. Note que isso não descarta a possibilidade de eles continuarem a fazer mais 300 jogos da franquia Xenoverse e afins. Porém, o que me desanimava era não existir jogos mais atraentes, com mecânicas mais complexas de se dominarem, leia-se: combos.

Agora basta que eles atualizem, de vez em quando, essa nova franquia. Desenvolvendo, assim, Dragon Ball FIghterz 1, 2, 3, etc. Por conseguinte, eles conseguirão atrair uma grande parcela órfã desse tipo de jogos. Parcela essa que gosta dos personagens do universo de Dragon Ball. Claro, se a demanda por esse jogo for boa, o que eu espero muito que seja.

 

Eu sempre curti games de luta, contudo prefiro os mais cadenciados como SF, pelo menos até o SFA3, esses jogos tem combos simples que quem domina e sabe o momento de usar faz toda a diferença, no mais o próprio set de movimentos básicos se bem usados são armas mortais, do tipo, rasteira forte da chun-li usada no "timing" correto funciona como um excelente anti-aéreo, nunca fui muito fã de combos muito grandes e elaborados, então passava longe de jogos como Killer Instintc, Marvel vs Capcom e afins ou mesmo Guilty Gear. Kof 97 por exemplo, tinha combos bastante elaborados para quem quisesse usá-los, mas também comportava um modo de jogo baseado em combos simples usando mais o set de movimentos básicos dos personagens, os jogos com o tempo foram perdendo essa versatilidade, hoje em dia o jogador que usa somente golpes básicos é um jogador de nível baixo, apenas aqueles que dominam perfeitamente o básico e ainda usam combos complexos conseguem ser realmente bons, ser relevantes no jogo.

Voltando ao foco, é bom sim que existam as duas vertentes, jogos mais tranquilos de se jogar e aqueles que demandem mais empenho do jogador, como no caso desse novo jogo, é uma opção a mais, para quem curte uns combos e ainda é fã de DB vai chorar de alegria com certeza, eu não gostei nada do Xenoverse, apesar de ter quase certeza que serei saco de pancadas nesse novo game ainda sim prefiro ele, mesmo sem nem ter jogado.

5 horas atrás, master geese disse:

mesmo sendo algo cansativo na franquia, acharia legal um modo story bem bacana no jogo, do estilo do primeiro dbz budokai (se rolar dublagem oficial em português do elenco original da fase z, ai sim ficara show) ...outra coisa que acharia legal, se tivesse as trilhas sonoras oficias do dbz, ao invés de trilhas sonoras criadas pro jogo.

ps: a trilha sonora desse video e show demais, e umas das poucas que realmente curti nesse jogo.(a dublagem americana do dbz pra mim e asquerosa)

sou bem ruim com combos, e o tipo jogo que não curto jogar com os viciados em combos:laugh: pra mim também pra jogatinas tranquila com amigos... mais gosto desse estilo ala marvel vs capcom, algo que achei que ficou bacana pra essa franquia ^^ 

Nem me fale dessas trilhas genéricas dos jogos de animes, bom saber que não sou o único inconformado, os animes tem trilhas maravilhosas, aí chega na hora de jogar aquele game legal daquela animação que você tanto gosta vem aquela trilha broxante, quase que seria melhor jogar no mudo, quando o jogo é de PC ainda temos os mods salvadores, eu mesmo joguei "Saint Seiya: Alma dos Soldados" com a trilha original, a pegada é outra, a vontade de jogar se multiplica, a nostalgia sobe a níveis exorbitantes, se esse novo game de DB tiver dublagem em português e trilha sonora original seria o sonho dos fãs realizado.

 

Sobre combos eu sou bom para levá-los, faço uns de 3 hits está bom... mas o visual está incrível, o character design todo puxado da época que DB era bom, a técnica que eles usam é muito refinada, muitos anos já de experiência, vale a compra do game só pelo capricho na parte visual.

1 hora atrás, Rebbon disse:

Os caras do Omelete jogaram e falaram que tá bem fácil de fazer os combos. Dá pra fazer número de hits absurdo logo na primeira jogatina. E o Velberan comentou que deve ter quantidade menor de personagens mesmo, porque essa técnica de cel shading é muito trabalhosa, foca mais em qualidade.

Como parece que tá sendo feito no capricho, dá vontade de jogar toda a campanha denovo. Aquela ordem que tanto conhecemos. Raditz, Saibamen, Nappa, Vegeta... Espero que tenha.

Colocaram Golden Frieza pra atrair quem só conhece Super. Não me surpreendo se aparecer Beerus e Super Saiyajin Red God Saiyajin Super God Blue Saiyajin God Saiyajin também.

 

 

Tomara mesmo que seja mais simples do que parece, com certeza o jogo fará mais sucesso, ser for algo bem a nível competitivo mesmo será mais focado em um tipo específico de jogador, os outros irão até comprar mas depois de uma ou duas semanas irão encostar o game, vejo muito isso acontecer na minha turma de amigos... os caras ficam empolgados com determinado jogo de luta, compram e nem jogam online pois já sabem o que os espera, mesmo entre amigos tem sempre um ou dois da turma que tem mais costume e levam aquela vantagem logo no início e os outros nunca mais aceitam um desafio deles, sempre estão cansados ou pedem para jogar depois pois na real ninguém gosta de perder.

Concordo com você, tomara que tenha mesmo a campanha tradicional, muita gente diz que é repetitivo, sou muito mais isso a tentarem inventar alguma coisa estapafúrdia.

Quase certo que irão colocar personagens de DBS, só de ver o Gold Freeza ali já fico contrariado pois me lembra o fracasso que DB foi transformado.

Editado por Gattsu

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Até que enfim :money2:

Pelos gameplays oficiais e também pelos que estão pipocando no YouTube (gravados na E3), dá pra ver que o jogo está lindo e intenso. A única coisa que vai ser foda é que com certeza, seguindo a tradição da Arc, eles vão lançar o jogo e depois vão relançar no mínimo 3 vezes, com mais personagens e com um nome minimamente diferente :furioso:

PS: Quando passou na E3, em 1 minuto e pouco de trailer, tem mais frames que todas as sagas DB juntas :aaww:

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites
Em 2017-6-16 at 02:19, Gattsu disse:

Nem me fale dessas trilhas genéricas dos jogos de animes, bom saber que não sou o único inconformado, os animes tem trilhas maravilhosas, aí chega na hora de jogar aquele game legal daquela animação que você tanto gosta vem aquela trilha broxante, quase que seria melhor jogar no mudo, quando o jogo é de PC ainda temos os mods salvadores, eu mesmo joguei "Saint Seiya: Alma dos Soldados" com a trilha original, a pegada é outra, a vontade de jogar se multiplica, a nostalgia sobe a níveis exorbitantes, se esse novo game de DB tiver dublagem em português e trilha sonora original seria o sonho dos fãs realizado.

concordo plenamente!!! que jogos de anime com as trilhas oficiais deixa jogo bem mais empolgante... um belo exemplo no meu caso e o próprio cdz soldiers soul, que achei bem sem sal (ate as versões de ps2 são melhores) pra mim só valeu a pena  pela dublagem e possibilidade das trilhas sonoras... outro vei com musicas oficiais do anime foi samurai x de ps2, que nesse caso e bom jogo, e ainda com trilhas sonoras, deu um ar bem mais bacana pro jogo.

o que mais curti que e um jogo de aventura, com alguns elementos de rpgs, os combates também ficaram bem legais, outra coisa legal que final poderia ser alterado, dependendo do personagem que fosse escolhido... tipo se zerar com saito, la pra fase final do jogo ele meio que se torna o protagonista da historia, e derrota shihio no lugar de kenshin (a historia fiel só com kenshin, mais achei muito legal essa possibilidade) o único ponto ruim que e 100 % em idioma japonês. 

as versões japonesas da trilogia de tenkaishin continham as musicas oficiais do anime... pena que os americanos fizeram questão de cagar na parte da trilha sonoras, com seus rocks genéricos e sem graça... fora a dublagem lixosa deles (não sou fã da dublagem japonesa de dbz, mais pra mim trocentas vezes melhor que dublagem americanas, não suporto a dublagem deles)

essa trilogia fiz questão de jogar apenas as versões japonesas.

 

Editado por master geese

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

peço desculpa pelo post duplo... mais não podia deixar avisar que saiu um video novo mostrando o gameplay de trunks, a jogabilidade dele ficou show.

 

 

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Todos os dias eu vejo a parte de lançamentos de jogos de luta no steam pra ver se aparece para compra esse Dragon Ball.....:extasiado:

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Acho que pode ser um bom jogo, só não curti muito a questão de ser 3x3, mas não sei é por padrão ou se é um modo entre outros. Não estou acompanhando muito pra saber haha

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por cLouco
      O criador de "Lost" lança um novo enigma no ar - desta vez, nas telonas.
      Na última semana, J.J. Abrams lançou nos Estados Unidos o trailer de seu novo filme nas salas que exibem "Transformers" - cenas envolvidas no mais absoluto mistério.
      De pouco menos de dois minutos de duração, o trailer nada mais é do que uma filmagem amadora da festa de despedida de um tal Rob - que, pelo visto, está de partida para o Japão.
      Em pouco tempo, a animação dá lugar ao desespero: ao ouvir um barulho assustador vindo de fora do local, os convidados vão à rua e se deparam com explosões no céu e pessoas correndo de um lado para o outro. Descobrimos que o lugar é Nova York quando um dos alvos é a Estátua da Liberdade, cuja cabeça sai rolando pela rua. Me-do!
      O trailer ainda tem os créditos de J.J. Abrams como produtor executivo e o anúncio: "Nos cinemas dia 18 de janeiro de 2008". Por fim, surgem rapidamente na tela os principais nomes por trás da produção - entre eles, o do roteirista Drew Goddard, que já trabalhou em "Lost", e do diretor, Matt Reeves, co-criador de "Felicity" ao lado de Abrams.
      Mais pistas sobre o intrigante trailer? Praticamente nenhuma. O site Hollywood Reporter divulgou que o filme está sendo chamado de "Cloverfield", mas essa informação ainda não está confirmada. Há quem diga que trata-se de uma nova história do monstro Godzilla, mas também não há qualquer certeza sobre isso...
      O projeto é tão confidencial que os próprios atores do elenco assinaram contrato para fazer o filme antes mesmo de ler o script.
      Só para deixar os internautas ainda mais angustiados, Abrams divulgou que há alguns sites secretos na internet, revelando dicas sobre o longa-metragem:
      - 1-18-08;
      - Ethan Haas Was Right; (By rxrocha)
      Videos
      Trailer
      Mais Informações dos Vídeos Inter-Jogos do Ethanwtf Was Right
      (By lematheus)
      Clique e veja o novo trailer do misterioso projeto de J.J. Abrams em QuickTime.
      IMDb: Untitled J.J. Abrams Project (2008)
      Sinopse: "Revolves around a monster attack in New York as told from the point of view of a small group of people."
      Novidades:
      J.J. Abrams nega que sites estejam ligados ao filme
      10/07/2007 09:11
      Em uma mensagem enviada ao site Ain´t It Cool News, J.J. Abrams afirma que o único site relacionado ao projeto "Cloverfield" é o www.1-18-08.com. Segundo o produtor, os sites sobre Ethan Haas, que envolvem enigmas e misteriosos vídeos, não têm nada a ver com o filme.
      Abrams ainda indica que existem outros sites ligados ao projeto, mas o único encontrado até agora pelo público é justamente o 1-18-08.com.
      O cineasta diz que o foco principal da equipe no momento são as filmagens, mas a campanha na internet também está recebendo atenção. "Obviamente, se o filme não for arrasador, quem se importa com o que está online?"
      :popcorn:
      Novidades 2:
      Edit by bAZANI
      Cloverfield - Monstro estreiou no mês passado nos EUA, e faturou milhões em poucos dias. O lucro foi grande e a sequencia está oficialmente aberta para produção.
      O filme teve apenas $25 milhões para a produção, fora custos de marketing.
      CLOVERFIELD estréia no Brasil neste fim de semana! (09/02/2008)
      Em entrevista ao site SciFi Wire, o diretor Matt Reeves disse que após os créditos finais o público pode ouvir um barulho de energia estática, seguido de palavras irreconhecíveis. "Não posso dizer o que é. Depois que terminamos de mixar o filme, eu virei para Bryan [burke, produtor] e disse 'vamos só fazer mais uma coisinha'...", revelou, enigmático. A partir daqui, trate as informações como spoilers. Alguns fãs dizem ter decodificado os ruídos. O som seria a frase "It's still alive" tocada ao contrário. Reeves comentou também uma suposta imagem escondida, dentro da água, na cena em que Rob e Beth passam bons tempos em Coney Island antes do ataque. "Seria uma criatura? Posso dizer que há, sim, algo naquela tomada. É preciso olhar com atenção. Tem algo acontecendo ali, mas pode ser uma criatura ou alguma outra coisa", atiçou novamente o diretor. "Ninguém repara nessa cena, mas a partir do momento em que você reparar nela, não vai conseguir parar de pensar naquilo", concluiu.
      O filme estreou dia 8 de fevereiro no Brasil. Trailer:
      Fonte: SciFi Wire
       
      E ae pessoal, já assistiram?
      Abs
    • Por master geese
      Se você foi dono de um Master System, é pouco provável que você não conheça o icônico Alex Kidd. Lançado originalmente em 1986, o game marcou a vida de muitos jogadores por sua dificuldade elevada e por seus diversos elementos de jogabilidade marcantes, a exemplo das épicas batalhas de Pedra, Papel e Tesoura (Janken-pon) e dos veículos disponíveis do jogo.

      O primeiro jogo da série foi tão marcante que um grupo de fãs decidiu criar uma sequência para ele: o Alex Kidd in Miracle World 2. Diferente de muitos jogos fanmades, o resultado do trabalho árduo dos desenvolvedores impressiona positivamente em diversos aspectos.

      Dando continuidade à história do jogo original, o game respeita todas as características audiovisuais da época do Master System, além de apresentar algumas novidades nesta nova aventura. A qualidade do trabalho é tão alta que ele parece ter sido criado pela própria Sega.

      De acordo com Ian Wall, um dos desenvolvedores da sequência de Alex Kidd, o projeto teve início em meados de 2012, quando ele deu os primeiros passos para hackear a ROM do game original. Em 2016, Wall decidiu publicar parte do seu progresso na competição de codificação SMS Power, recebendo muitos feedbacks positivos e sugestões para melhorar o seu jogo.

      Alex Kidd in Miracle World 2 pode ser baixado gratuitamente por meio do link http://www.smstributes.co.uk/alexkidd2.asp. Complementarmente, os seus responsáveis decidiram disponibilizar 25 cópias físicas para o Master System, com direito a cartucho, manual impresso e tudo mais. Nostalgia pura!
      Fonte:Gamevicio
      já havia baixado uma versão mais antiga, e acho que ate cheguei postar por aqui... mais essa versão final e definitiva, e diferente da anterior, tem melhorias na parte gráfica, umas fases diferente, e trilhas sonoras novas... parei pra testar gostei do resultado do trabalho deles, mais achei que pecou na parte da trilha sonora, eu pessoalmente não curti as novas musica, apesar do jogo ter ficado muito bacana.
    • Por master geese

      Seria esse o paraíso para todo colecionador ou amante de consoles retrô?
      Essa história começou quando o canal de Facebook Consolevariations divulgou a imagem acima esta semana, onde podemos ver sabem-se lá quantos videogames antigos dos mais variados. Famicom, Super Famicom, NeoGeo, Mega Drive e por aí vai.
      A repercussão com isso foi tamanha que eles investigaram mais a respeito para ver de quem é esse depósito dos sonhos e acabaram descobrindo a resposta.

      Consegue contar quantos Famicom tem na foto?
      No Japão, há uma empresa chamada Radiostock, que foi fundada em 1988 e tem como especialidade liquidar os ativos de empresas falidas, o que inclui a eliminação e reciclagem de materiais desnecessários do inventário de atacadistas e lojas que fecharam as portas.
      O que eles realizam é comprar os consoles, consertá-los se houver necessidade, limpá-los à mão e em seguida vendê-los. Em alguns deles, como o Mega Drive, eles incluem uma modificação de áudio e vídeo (abaixo), para que funcionem melhor nas televisões atuais.

      O grande objetivo da Radiostock é fazer com que jogos retrôs fiquem mais acessíveis aos consumidores. Clique aqui para acessar o site oficial deles e confira a seguir outras imagens do depósito deles

       
      Mega Drive 1, Mega Drive 2 e até mesmo Mega CD

      Já viu tantos 3DO na mesma foto?

      Um Neo Geo CD para cada jogo de luta da SNK (ou quase isso)

      Twin Famicom nas cores preto e vermelho. A fusão do Famicom e do Family Disk System, 
      acessório que servia para usar disquetes no console da Nintendo

      Caixas e mais caixas de jogos de Super Famicom

      Fonte:gamehall