Manter o Nowloaded online gera custos, esses custos são pagos com doações e publicidade. Então, desative seu AdBlock no Nowloaded ou nos ajude doando!

Welcome to Nowloaded.org

Registre-se agora para ter acesso a todos os nossos recursos. Uma vez registrado e conectado, você poderá contribuir para o Nowloaded enviando seu próprio conteúdo ou respondendo ao conteúdo existente. Você poderá personalizar seu perfil, receber pontos de reputação como recompensa por enviar conteúdo, além de se comunicar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada e muito mais! Esta mensagem será removida assim que você tiver feito o login.

Entre para seguir isso  
Joãomc

Os jogos estão ficando mais chatos? ou eu estou ficando mais chato/velho?

Fala pessoal, como andam as coisas aí?

Eu estava refletindo esses dias sobre a quantidade de horas jogando vídeo-game.

Po, eu tinha um save-game com mais de 100 horas de Final Fantasy e nem era tão massa assim, Hahahahaha.

Eu estava lembrando também que eu alugava fitas de Super Nintendo. Lógico! Sempre no sábado para ganhar o domingo e ter mais tempo de jogatina, hahahaha. E dentre elas sempre tinha Donkey Kong 2. Eu zerava e depois zerava no outro final de semana e mesmo assim não deixava de curtir.

Quem não fazia isso? Hahahaha

Depois entrou a era do Play 1, sim, “Play 1”, pois quando eu comprei já existia o “Play 2”. Pobre é foda hahahahaha.

Aqui era mais fácil adquirir jogos, porque custava cincão cada. E maaaano, como era foda esse vídeo-game. Foram muitos jogos zerados.

Após, a era Play 2, é... eu comprei o famoso Play 2... Aqui foram muitos jogos, mais até que no anterior...

Lembro de uma história um pouco engraçado sobre o jogo Black:

Um amigo meu falava que tinha um jogo que se chamava Black e que o mesmo possuía um gráfico mais foda que CS, que para a época era foda bagarai. Então eu emprestei o jogo dele e cheguei todo animadão do colégio para jogar. Foi a primeira vez que eu vi aquela parada de opções “50 HZ e 60 HZ”, como eu não tinha a menor ideia de o que era isso, coloquei a primeira, 50 HZ. Velho... Como todos devem saber hoje, a imagem ficou em preto e branco e para piorar eu não achei que era problema na TV ou no vídeo-game, pois o jogo se chamava “black”. Eu joguei grande parte do jogo em preto e branco... Que mancada. Hahahahahahaaha.

Enfim, em meados de 2012 eu comprei o meu Play 3 e não sei se é só comigo, porque eu acho até massa os jogos, mas não tenho aquela pegada de antes.

Cheguei a fazer 1000 gols com o Cristiano Ronaldo na master liga no play 2, jogando mais de 15 temporadas seguidas, já no Play 3 eu acho que terminei apenas uma temporada e já enjoei.

Os jogos estão ficando mais chatos ou será que eu to ficando mais chato/velho? hahahahaha

Vocês compartilham da mesma opinião?

Grande abraço, galera!

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Olha, sinceramente eu não sei te dizer. Parece que antigamente eu também passava muito tempo jogando e tentando zerar o mesmo jogo varias vezes, explorando-o ate conseguir fazer tudo o que era possível. Hoje eu não tenho saco para isso.

Também parece que antigamente eu tinha mais empolgação para os jogos, tinham centenas de jogos que eu achava mega foda e ficava seco para comprar, hoje esse numero é bem limitado, poucos jogos ainda me chamam realmente atenção. Sim, existem muitos jogos tops hoje em dia, sejam em historia, gráfico, jogabilidade (melhor se for tudo isso combinado).

Talvez o que ocorra é que estamos a muito tempo jogando. É diferente de jovens e crianças que estão começando agora, para eles é tudo novidade, enquanto para a geração mais antiga não. Já vimos e jogamos praticamente de tudo, de certa forma jogar se tornou algo ate mesmo repetitivo.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Creio que esse desinteresse, em maior ou menor grau, seja oriundo da combinação de vários fatores, sendo o principal nosso amadurecimento como pessoas, com o passar do tempo vamos tendo que responder a responsabilidades que nem se passava por nossas cabeças quando éramos crianças ou adolescentes, concomitantemente começamos a ficar mais seletivos, bem como outras coisas acabam por despertar nosso interesse e, consequentemente, redirecionamos nossas energias a estes outros interesses, então os jogos que antes ocupavam um lugar de destaque acabam caindo de posição. Isso é natural e normal, anômalo é alguém chegar aos 50 com a mesma tesão pelos jogos que tinha aos 15, ai há um problema, porque isso não é saudável.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

véi, bela questão positivado

essa impressão eu tenho já faz um bom tempo e os games de hoje pra mim ñ são a mesma coisa como no tempo da big N, 3DO e do ps1, por exemplo

sdds extremas de DK, super-mários da vida, zelda, bloody roar, driver, iss pró evolution2 e por ae vai

mas em contrapartida os games de hoje estão vendendo como nunca, bem mais que antigamente o que me leva a pensar que essa sua questão de uma certa forma são conflitos de gerações

parece que o que era bom pra mim ñ é tão bom pra essa nova geração e vice-versa

assim como temos essa impressão depois de 15 ou 20 anos, acontecerá algo assim com essa geração atual daqui a uns 15 ou 20 anos pra frente

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Não são os jogos que estão ficando mais chatos...é você que está ficando velho.

Vejo alguns jogos que eu adorava quando era moleque,e agora tenho vergonha de dizer que já gostei daquilo.

E também..as frustrações do trabalho e as preocupações da vida social ,te faz não ver as coisas como você olhava antes.

Mas para a geração que está começando agora (apesar da azedice de resolução e etc..), tudo são de encher os olhos.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

acho que é mais culpa da geração atual que vive de remake/hd/continuações (exemplo play4 e 3 que vive da continuação dos games de play2)e são poucas as inovações até os new games ps4 e x1 que praticamente vive de "lançamentos" da geração passada!

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Na minha visão é porque tudo está ficando muito saturado,difícilmente aparecem idéias novas,tudo é cópia de tudo......E isso não só nos games,a indústria do cinema está sofrendo disso tambem..........

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Eu tenho quase 19 e comecei jogando polystation, tive ps1, ps2, NDSL, xbox 360 e ps3.

Desde que comecei a faculdade comecei a me desinteressar aos poucos por jogos, isso foi começo de 2013. Agora eu praticamente nao jogo, uma coisa ou outra no PC, bem de vez em quando. Jogos já não me prendem mais. Eu nunca deixei de ver gameplays e tal, mas tá raro um jogo que me tire dessa inércia e me faça querer comprar mesmo pra jogar. O único em mente agora é o Far Cry 4, porque o 3 foi um dos melhores que já joguei na vida.

Como falaram, deve ser da idade mesmo.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

È cara, comigo acontece a mesma coisa, mas acho que é a idade mesmo, vamos tendo outras responsabilidades e interesses e os não temos mais tanto tempo/paciência pra ficar jogando, embora lá dentro vamos sempre gostar de jogos.

Eu por exemplo adoro ficar lembrando de jogos antigos de Mega Drive, SNES, Master e até de PS2, tenho tb o PS3 e Xbox 360 e jogo bem menos, na verdade depois que meu filho nasceu faz muito tempo que não jogo, e acabo colocando a culpa que acho que os jogos estão mais chatos, mas deve ser eu que mudei mesmo.

Abraço

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Na minha visão é porque tudo está ficando muito saturado,difícilmente aparecem idéias novas,tudo é cópia de tudo......E isso não só nos games,a indústria do cinema está sofrendo disso tambem..........

Também marcolino. Esse ai juntamente com o fator que citei acima penso que são os fundamentais, ou seja, os que mais pesam na balança do nosso desinteresse. Até entendo que não seja algo tão fácil criar algo novo, até mesmo porque a diversidade de criações, ainda que seja dentro do mesmo gênero, é muito grande, e considero que o ruim mesmo sejam as "cópias mal feitas", porque copiar aquilo que é bacana ou que deu certo em outro jogo não é o problema, o problema é apenas fazer mais do mesmo e não saber combinar a cópia com elementos próprios, dai é que desemboca na mesmice que nos entedia.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

É uma pergunta que sempre me faço, se o problema são os jogos ou eu.

Atualmente sou muito crítico e severo em relação aos games atuais, pouquíssimos me agradam. Na minha opinião 70% não prestam, são marketing e hype. Vejo EA, Activision e Ubisoft como o câncer da indústria, apenas lançam um milhão de porcarias por ano no intuito de enriquecer.

Eu acho que a culpa é dos games mesmo, poucos se salvam.

Hoje em dia o mercado de games é maior do que nunca pelo aumento natural da tecnologia e internet, num mundo onde até crianças possuem smartphones.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Com a idade eu fiquei bem mais crítico com jogos, a grande maioria não me interessam, mas estou sempre jogando, entre uns 5/6 lançamentos grandes um ou até mesmo dois me interessam, e quando não tem nada de novo (as vezes passa algum tempo antes que surja algo interessante), eu recorro ao meu lado retrogamer e sempre existe um SF2 para ser jogado, bom, acho que essa sensação é natural para todo mundo, mas ainda não cheguei ao nível de parar completamente de jogar e nunca chegarei, sempre gostei de jogos, e sempre estarei jogando.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Parece-me então que não é só comigo que acontece isso...

Concordo com todos vocês em tudo ou em partes, hahahaha

Mas deve ser o "mundo das responsabilidades" invadindo cada vez mais nossa vida, até porque video-game está cada vez mais custoso... Eu devo ter cerca de R$1.000,00 em jogos... Quando você coloca na ponta da caneta tudo, fica foda...

- estamos ficando velhos;

- temos bem mais responsabilidades e consequentemente menos tempo;

- está mais caro;

- falta de inovação.

Ainda assim, estando longe de falir a indústria dos games, vamos marcar uma jogatina... Mas não tão longa... Hahahahahaha

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

se eu falar pra voces q tem mais ou menos uns oito meses q não ligo o meu play3!!!

tenho um moleque q vai completar 10 anos, já jogamos muito mesmo, mas até agora ele mesmo já não joga tanto, quer ver novidades mas não tem, o q vem de novo é as versões de jogos q ele tem e q não acrescentam mais nada.

comigo está acontecendo além do desinteresse, tem o fator preço q deixou de ser um algo a mais para ser totalmente superfluo no orçamento do convivio de quem vive em casal e tem responsabilidades.

por exemplo, nos dias q estou em casa, pego o tempo pra fazer algo da casa, ajudar a lavar pratos, colocar roupas pra lavar, preparar algo pra o moleque tomar café, agora mesmo vou ajudar a pintar a casa, (já fiz as portas, janelas agora vai ser a cozinha).

então, mas não por isso deixo de acompanhar as noticias, ver todas as novidades do mundo videogamico, mas jogar q é bom nada.

tomara q retorne pois estou com planos de comprar a sequencia do Uncharted e o God of War: Ascension (tá vendo como estou parado e atrasado!)

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Só de gamer já são mais de 20 anos na minha vida, e digo: Eu estou ficando chato/velho.

Estava pensando sobre isso um dia desses e me peguei nesta curiosidade: Quando eu era pirralho, uns 9/10 anos de idade, eu jogava Mario Bros (SNES) direto. Também jogava The Sims (PC) direto. Meses atrás peguei o mesmo The Sims com todas as expansões, e não consegui jogar nem 15 minutos de tão chato que achei. O curioso é que o memso Mario Bros eu consigo jogar até zerar sem achar chato. Os jogos são os mesmos, só quem mudou fui eu.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Eu acho que não é só você, eu também andei refletindo sobre muitos jogos e eu sempre prefiro os jogos antigos...

por 5 meses eu joguei Final Fantasy 14, jogo massa pra caramba, mais depois de um tempo parece que cai na "mesmisse". Basicamente é: colocar seu char no nivel 50 nos 2x "jobs", pegar items nivel 1xx.Em Combate: esquivar, posicionar e atacar/curar/tankar. Saindo fora disso é procurar materiais, pegar peixe e "criar" itens. depois de um tempo é massante e desinteressante no meu ponto de vista; Não é aquela mesma coisa de quando eu jogava Donkey Kong/Mario.

Se eu jogar DK3 e achar que está chato ou na "mesmisse", ai é eu que estou ficando velho hahaha.

Edit: amanhã vou conversar com um amigo que tem umas teorias interessantes e dai eu posto

Editado por Gravija

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

As duas coisas, com certeza, quanto mais velho se fica, menos coisas nos surpreendem, e quanto mais tempo jogando, mais coisas repetidas aparecem, ao mesmo tempo menos coisas originais de qualidade estão sendo feitas, o comercio dos games também está falido, a receita de bolo vende bem.

Porém há sim alguns jogos bons, que animam, mas ficam fora do estrelato, às vezes me deparo com jogos que valem a pena, mas toda hora me encontro preso em looping em algum jogo sem graça.

Pegue um jogo como Heavy Rain, um jogo barato, possui um suspense e conflitos de escolha fortes, é um jogo que me deixou cabreiro, e valeu o tempo que fiquei nele, ou até Journey, apesar de um Action 3D convencional mas pelo fato da interação online com outro personagem sem poder escrever falar, ou fazer nada, apesar fazer um som, deixou o jogo um experiencia de comunicação bem primitiva, focando na arte suave.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Sou novo no fórum e o assunto muito me interessou. Motivo, digitei no google "jogos de hoje estão ficando chatos?" kkkkk...Pois é, apareceu uma lista bem grande e videos no youtube falando do assunto.

Bom eu venho da epoca ataria, creio que a maioria também.

Queria saber e entender o porque eu que sempre amei jogos, era viciado demais, hoje não consegue nem animar para comprar um videogame. Parei no 360.

Bom, creio que todos estão certos, mas de certa forma, não acredito que seja a idade, ok eu tenho 34 anos. Mas vejo muita gente da minha idade, até mais velho participando de eventos como BGS, e eu não tenho a minima vontade de ir, por causa dos jogos. Como muitos falaram, a geração de hoje vive de remake (salve RE Remaster).

Vejo muitas noticias, acompanho sempre varios canais de notícias sobre games, e tudo o que vejo é simplesmente um duelo de gráficos. Sera que eu sou o unico a achar isso chato?.

Os jogos de hoje parece que tudo se resume a gráficos, gráficos e gráficos, não parece que eu vivo em um mundo gamer, e sim sobre cinema, jogos parecido com filmes e muitos deles tão bonitos, mas não tem diversão alguma, jogos que levam anos para serem produzidos mas não da 2 dias ou você fica de saco cheio ou o jogo é uma porcaria. Exemplos atuais que vi é WatchDogs e The Order. Entendo que jogos bugados são problemas, mas isso é de menos, saudade daqueles jogos até a geração Ps2 que te prendia e ainda tinha diversão, porque na epoca os gráficos ainda eram bonitos, quando olhava era perfeito, como se olhasse os de hoje mas as empresas focavam ainda em divertir o gamer.

Hoje não, tudo se resume a deixar o jogo bonito e só, duelos de empresas em quem lança o jogo com gráficos perfeitos, e o que vejo é fãs brigando porque o jogo não roda em 1080p ou não roda em 60fps, ou ambos. O que antigamente nós da geração antiga, digo bem antiga mesmo, master e tal, olhavamos os jogos e era divertido, difícil ainda por cima, o que hoje não é, podemos dizer o HARD de hoje é o EASY de antigamente. Parece que gráficos virou sinonimo de diversão. Creio que essa discussão me fez abrir melhor os olhos e ver que eu realmente não estava errado, os jogos de hoje estão realmente chatos, enjoativos, jogos que antes era lotados de puzzles como RE, hoje não tem mais. Que voce ficava aflito por não passar de fase, precisava de um detonado. Antes voce precisava zerar o game no mais dificil ou fazer certos pontos para desbloquear um char, hoje tudo vive de DLCs, jogos vem picotados, parece que deixou de ser jogo para divertir e agora é jogo para empresas lucrarem. Espero que isso mude, mas não vejo mais isso acontecer.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Bem vindo :)

Cara, me desculpe, mas jogo bom tem MUITO por aí. Assim como muita gente reclama da música que piora, jogo é igual.

Veja bem... aantigamente não existia internet, pra uma coisa espalhar ela tinha que realmente ser muito boa. Lembro até hoje de discutir com amigos sobre quem chegava mais longe no FFV japonês :kkk: O jogo era tão bom, mas tão bom, que mesmo sem uma tradução entendível as pessoas ainda assim jogavam. Hoje em dia as coisas estão globalizadas, e como você mesmo disse, tudo virou uma disputa de quem apresenta o melhor desempenho E inovação. Antigamente ninguém precisava inovar, tudo era novo.

Mas os jogos bons ainda estão aí, com muito mais força do que nunca. Se você gosta de MOBA, pode escolher entre Dota, LoL, HoS, etc. Se gosta de FPS... bem, tem uma caralhada pra escolher. Se gosta de RPG, tem Tales novo todo ano, Child of Light e South Park mais recentes, e uma porrada de ótimos indies. Se gosta de plataforma, estes são os grandes destaques graças aos indies, tem a rodo pra escolher (mais recente é o Ori and the Blind Forest lá, que ouvi falar muita coisa boa a respeito).

Enfim, os jogos bons continuam aí, se você não aprecia deve ser mesmo a idade :P

Eu pessoalmente, quanto mais velho eu fico mais eu gosto de jogar, principalmente pela independencia financeira de poder comprar o que diabos eu quiser :D (quando era criança tinha que depender de mesada =x)

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Sou novo no fórum e o assunto muito me interessou. Motivo, digitei no google "jogos de hoje estão ficando chatos?" kkkkk...Pois é, apareceu uma lista bem grande e videos no youtube falando do assunto.

Bom eu venho da epoca ataria, creio que a maioria também.

Queria saber e entender o porque eu que sempre amei jogos, era viciado demais, hoje não consegue nem animar para comprar um videogame. Parei no 360.

Bom, creio que todos estão certos, mas de certa forma, não acredito que seja a idade, ok eu tenho 34 anos. Mas vejo muita gente da minha idade, até mais velho participando de eventos como BGS, e eu não tenho a minima vontade de ir, por causa dos jogos. Como muitos falaram, a geração de hoje vive de remake (salve RE Remaster).

Vejo muitas noticias, acompanho sempre varios canais de notícias sobre games, e tudo o que vejo é simplesmente um duelo de gráficos. Sera que eu sou o unico a achar isso chato?.

Os jogos de hoje parece que tudo se resume a gráficos, gráficos e gráficos, não parece que eu vivo em um mundo gamer, e sim sobre cinema, jogos parecido com filmes e muitos deles tão bonitos, mas não tem diversão alguma, jogos que levam anos para serem produzidos mas não da 2 dias ou você fica de saco cheio ou o jogo é uma porcaria. Exemplos atuais que vi é WatchDogs e The Order. Entendo que jogos bugados são problemas, mas isso é de menos, saudade daqueles jogos até a geração Ps2 que te prendia e ainda tinha diversão, porque na epoca os gráficos ainda eram bonitos, quando olhava era perfeito, como se olhasse os de hoje mas as empresas focavam ainda em divertir o gamer.

Hoje não, tudo se resume a deixar o jogo bonito e só, duelos de empresas em quem lança o jogo com gráficos perfeitos, e o que vejo é fãs brigando porque o jogo não roda em 1080p ou não roda em 60fps, ou ambos. O que antigamente nós da geração antiga, digo bem antiga mesmo, master e tal, olhavamos os jogos e era divertido, difícil ainda por cima, o que hoje não é, podemos dizer o HARD de hoje é o EASY de antigamente. Parece que gráficos virou sinonimo de diversão. Creio que essa discussão me fez abrir melhor os olhos e ver que eu realmente não estava errado, os jogos de hoje estão realmente chatos, enjoativos, jogos que antes era lotados de puzzles como RE, hoje não tem mais. Que voce ficava aflito por não passar de fase, precisava de um detonado. Antes voce precisava zerar o game no mais dificil ou fazer certos pontos para desbloquear um char, hoje tudo vive de DLCs, jogos vem picotados, parece que deixou de ser jogo para divertir e agora é jogo para empresas lucrarem. Espero que isso mude, mas não vejo mais isso acontecer.

Primeiramente, bem-vindo ao Nowloaded, e fica à vontade para interagir no fórum.

Sobre essa questão de gráficos, acredito que já era de se esperar por isso, digo, esse desenvolvimento dos jogos nesta área, bem como uma ênfase nesse quesito, pois em nossa atualidade, desse início de século XXI, é a imagem que impera, são as aparências que mandam, então isso também se reflete nos jogos e os jogos ajudam na manutenção disso. Agora muita gente reclama porque o jogo não roda a 1080p, amanhã será porque o jogo não roda em 4k, depois porque não rodará em 16k, e assim por diante. Sobre os frames, realmente há uma significativa diferença entre 30 e 60, os jogos em 60 rodam muito mais lisos, fluem melhor, e isso auxilia na jogabilidade, sobretudo, nos jogos de ação (FPS, TPS, e hack'n'slash) e corridas, o que não faz sentido para mim é rodar em trocentos frames, acho que pessoas que insistem nisso devem possuir olhos biônicos. Por outro lado, há muita coisa boa ainda, é preciso saber garimpar, pode não haver tantas coisas boas como no passado, mas ainda há, e o jeito é aproveitar o que há de bom para nós (ao nosso gosto, é claro) e deixar o resto de lado. Sobre a dificuldade dos jogos, sim, eles estão mais fáceis hoje, mas também há jogos níveis hardcore, como Dark Souls; o Castlevania Lord of Shadows é difícil mesmo no normal, mas sobre isso nem me incomodo, porque muitas vezes não tenho disposição (não tenho saco!) para ficar um enorme tempo me dedicando, estudando e treinando até conseguir passar por tal parte ou derrotar aquele chefe, muitas vezes apenas quero apenas seguir adiante sem delongas, se eu quiser um desafio maior, o hard ainda proporciona esse desafio, então estou de boa. Já em relação às DLCs nem vou mais gastar as pontas dos meus dedos nas teclas do teclado.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Otimo start de papo, meu caso penso assim, como muitos ja disseram, creio q seja a idade/tempo mesmo, hoje ainda consigo jogar com o mesmo entusiasmo de quando garoto qualquer jogo, ate um Yonoid um dos meus primeiros jogos, gosto de lembrar as jogatinas q tive com amigos, com meu pai num top gear da vida, num super bomberman 5 com mais 4 parças de 9 da manha ate umas 2 da manha do outro dia sem parar, e tb acompanhando as gerações seguintes sem esquecer dos jogos q inspiraram esse novos a surgir.

Tipo uma frase q li a um tempo, "Nao paramos de jogar pq ficamos velhos, ficamos velhos pq paramos de jogar ", é manter o lance da inocencia, ou tentar lembrar de quando se precisava ter muito recurso pra se divertir, seja na vida gamer ou na real, creio q é mais por aew :confiante:

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Bom dia,

Há um certo tempo que eu não contribuo com este fórum... Talvez seja o tempo também...

O assunto, ora debatido, vez ou outra vem a minha cabeça e ontem não foi diferente.

Pensei em algo que nunca havia pensado e também, agora, acredito ser um dos fatores do meu “abandono” pelo videogame.

Expresso isso com base em minha vida, mas acredito que não seja muito diferente da do restante.

Pensei o seguinte: Quantas pessoas tiveram a oportunidade de jogar Super Mário World; Donkey Kong 2; entre outros? (Falei do Snes porque foi meu primeiro vídeogame)

Lembro que muitas pessoas tiveram acesso aos referidos jogos e quando mencionamos um destes, logo a maioria concorda em quão fodas eram os games.

Atualmente, conheço poucas pessoas possuidoras de um PS3/X360 - não conheço nenhuma que possua um PS4/XONE -, ou seja, os assuntos são bem mais restritos também, até porque a indústria dos games está muito custosa.

Até a era do PS2/XBOX 1, creio eu que o pessoal, em grande parte pela pirataria - não que eu seja a favor -, tinha bem mais acesso.

Eu nunca comprei um lançamento no PS3, com exceção do PES 2012 e do PES 2015.

Bom, era isso...

Grande abraço.

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso