Manter o Nowloaded online gera custos, esses custos são pagos com doações e publicidade. Então, desative seu AdBlock no Nowloaded ou nos ajude doando!

Welcome to Nowloaded.org

Registre-se agora para ter acesso a todos os nossos recursos. Uma vez registrado e conectado, você poderá contribuir para o Nowloaded enviando seu próprio conteúdo ou respondendo ao conteúdo existente. Você poderá personalizar seu perfil, receber pontos de reputação como recompensa por enviar conteúdo, além de se comunicar com outros membros por meio de sua própria caixa de entrada privada e muito mais! Esta mensagem será removida assim que você tiver feito o login.

Entre para seguir isso  
FearWRX

REVIEW
Saints Row: The Third

O "GTA" mais engraçado que você já jogou

saints-row-3-logo-560x300.jpg

Primeiro de tudo, não entendam errado o enunciado. É que é impossível falar de Saints Row sem citar GTA, mas de uma coisa não tenha dúvida; Esse é o jogo mais engraçado que você jogará (ou jogou) na sua vida. Saints Row tem tudo que um jogo de mundo aberto precisa. Uma cidade gigante a ser explorada, uma física bem voltada ao "Arcade", a possibilidade de matar e ser morto, Carros para roubar, fugir da polícia e tudo mais que Driver e a série GTA sempre proporcionaram, isso é claro, junto com uma excelente e diversificada trilha sonora. Mas Saints Row tem uma coisa que GTA não tem. A possibilidade de customizar TUDO no seu personagem, desde bochechas até o seu pe*** HAHAHAHA (Isso é verdade)

Saints Row: The Third é sem dúvida um jogo que vai te proporcionar várias e várias horas de jogo, além de te divertir MUITO.

SR304_TankCrush.jpg

O jogo se passa na fictícia cidade de Stellport e a História do jogo não é o foco do jogo, nem realismo. Tenha isso em mente. O foco de Saints Row: The Third é Diversão sem compromisso com a realidade, por isso, espere coisas muito nada a ver, como ao roubar um carro, ver seu personagem entrando pela porta esquerda e chutando o motorista pra fora do carro pela direita, munição infinita, Super-herois de gangues rivais, carros que engolem humanos e os usam como balas de canhão, entre MUITAS outras insanidades.

A história do jogo consiste no seguinte; Você começa assaltando um banco com sua gangue (com cabeções e muito carisma), mas algo dá errado e vocês todos são pegos pelos membros da gangue "The Syndicate" mas vocês não são mortos a menos que a gangue dos Saints (sua gangue) ceda 66% do território total deles. Lógico que eles não topam e todos conseguem sair vivos e muitas coisas nada a ver acontecem. Resumindo, você tem que reconstruir o império dos Saints de novo. Isso me lembra Scarface: The World Its Yours do PS2 (Diga-se um dos melhores e mais viciantes jogos que já joguei no PS2)

Mas para isso, você terá que matar inúmeras gangues que controlam diversos pontos da cidade, comprar comércios para renderem uma grana por hora (e consequentemente conquistar uma parte da cidade) e é claro, fazer missões para ajudar nisso e conseguir uma grana extra para fazer seus investimentos. Grana essa que pode ser usada para comprar novas roupas, mudar seu cabelo, fazer tatuagens, colocar brincos, mudar sua estética facial, tunar carros, entre diversas outras coisas. É quase um GTA San Andreas :P (eu disse quase)

saints-row-the-third.jpg

O legal é que você pode fazer um Avatar, Elfo, Hulk, Mick Jagger, Jack Chan, Angelina Jolie, enfim, tudo o que você puder imaginar e tiver paciência para fazer, pois as possibilidades de customização do personagem são infinitas... Sem contar que dá pra você tunar seu carro com adesivos, saias laterais, para-choques, Nitro e mais MUITAS coisas. Além de ser possível dirigir helicópteros e aviões !!

Interessante também é que quando as coisas esquentam, as gangues tem "seus super herois" oO''. Estava eu jogando e matando uns otários quando do nada, vem um Troço super musculoso que joga carros contra você, vira seu carro, enfim, um Hulk (mas não verde), numa outra gangue apareceu um "The Flash" um cara de azul que andava super rápido e difícil de atirar nele, numa outra, um que atira umas 5 granadas contra você, enfim, coisas que você só verá nesse jogo.

Outra coisa que me chamou a atenção são os NPCs (Non-Playable Character - Inteligência Artificial em outras palavras). De acordo com seus atos, eles reagem de uma certa forma ! Exemplo, você mata alguém ou veem alguém morto, eles ficam espantados, correm ou até mesmo começam a rezar (hahahaha). Se você faz algo legal, eles batem palma e ficam te olhando. Sem contar que aqui dá pra você usar outro NPC como escudo humano num tiroteio e o tráfego reúne carros tunados de várias formas, ou seja, você verá um carro com rodas tunadas, outro com rodas e adesivos, outro só com adesivos e aerofólio, não somente um tipo ! Que jogo desse gênero e nessa geração de consoles reúne tudo isso??

Os gráficos e o sistema de som não são os pontos fortes de Saints Row: The Third. São bonitos sim, não tem serrilhados tão evidentes, as sombras são muito bem-feitas, ou seja, Bonito mas não espetacular. Os sons do jogo são bons também, mas também nada de espetacular, Na verdade, não empolga nada o sistema de som do jogo, mas dá pra se divertir do mesmo jeito, lembrando que o foco dos próprios produtores nesse jogo foi o quesito: Diversão e nisso, somente NeverDead poderá disputar pau a pau o topo de jogo mais divertido e engraçado.

A jogabilidade do jogo também está super simples, você vai pegar as manhas do jogo fácil fácil, basta 1 hora e você vai estar manjando a maioria dos comandos, sem contar que a interface está muito simples e bem básica, nada de complexo, pelo contrário !

A trilha sonora está excelente, variando entre 8 rádios de diferentes estilos, desde música clássica até o bom e velho Heavy Metal, onde nomes como Faith No More, Junkie XL, Mötley Crüe, KMFDM, Job For A Cowboy, Run DMC entre Centenas de outros estão presentes. Para ver a trilha sonora completa; veja o link abaixo:

http://en.wikipedia.org/wiki/Saints_Row:_The_Third_soundtrack

A variedade de armas também é muito boa e elas podem inclusive serem melhoradas no melhor estilo CoD. Cada upgrade adiciona uma mira diferente, melhor cano, muda a aparência da arma.

saints-row-the-third-foto4.jpg

E assim como em GTA, há Stunt Jumps, Colecionáveis e muitas coisas para procurar pela cidade, tudo em prol das horas de jogo, que são bastante no total.

Já o modo online consiste no modo "Whore" [Horda] e "Co-op" (Como em Dead Island). No modo Horda, você e mais um amigo podem se juntar para matar hordas nada comum. Numa rodada podem vir Japoneses de cueca e bazucas, na próxima, pessoas com cabeções de gato e metralhadoras, enfim, Uma diversidade sem fim :P. Já no Co-op é o óbvio, você e um amigo podem se juntar e fazer as missões do jogo, ou simplesmente sair matando TUDO.

Se eu fosse falar tudo que Saints Row: The Third tem e oferece, essa análise vai ficar maior ainda, por isso, encerro aqui com tudo o que vocês tem que saber para decidir se compram ou não esse jogo =D

Plataformas: PS3, X360 e PC

Desenvolvedor: Volition Inc.

Publicadora: THQ

Lançamento: 15/11/2011

Jogadores: Offline: 1 / Online: 2

Conclusão:

Um jogo para quem quer se divertir acima de tudo, sem nenhum compromisso com a relidade

Gráficos: 8

Diversão: 10 (é pouco)

Online: 10

Jogabilidade: 10

Dificuldade: 10

Som: 7

Opinião Pessoal: 10

Nota Final: 9.2/10

Pontos Positivos:

- Cidade gigante para ser explorada

- Loadings rápidos

- Excelente Multiplayer

- Diversão acima de tudo

- Trilha Sonora

- Customização e variedade

Pontos Negativos:

- Online Pass ¬¬

- Sistema de Som

- Enredo/história fraca

- Resumindo, não há pontos negativos

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Comentei com o Kamori isso e ele me disse que sem problemas postar outro. Resolvi postar por ter feito em outro lugar e resolvi trazer pra vocês também :kkk:

Mas enfim, eu vendi meu RockSmith e peguei esse e o Skyrim junto. SR3 é jogo a altura de GTA IV, mas só não tem uma história tão boa quanto. Mas é jogo para rir e descontrair, vale bastante a pena a compra

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Não tem problema postar repetido mesmo, problema é quando tem dois, e um é muito mais visto que outro. Tipo eu mesmo, o meu do Batman AC quase nem foi visto (também, já tinham 2), em compensação o do Assassin's Creed tem mais de 700 views, é relativo. Mas isso é problema pessoal :kkk:

@topico

Muito bom seu review cara, tem uma pegada própria do jeito que foi escrito, positivo procê confiante.png

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Valeu Dark :D

Se você quiser, pode juntar esse meu Review com o seu, justamente por isso perguntei pro Kamori se podia ter 2. Assiim pelo menos você complementa o seu e o meu fica complementado pelo seu.

Trouxe algumas análises pois escrevo análises pra outro fórum também, pois lá não é permitido cópia, então escrevo algumas vezes lá.

Editado por 'Fear

Compartilhar esta postagem


Link to post
Share on other sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por Marco-01
      Com certeza o jogo mais esperado de 2018.......
    • Por Marco-01
      Lenda dos games de luta Daigo Umehara testa Dragon ball FigtherZ
      Daigo "The Beast" Umehara é considerado um dos melhores jogadores profissionais de games de luta e ficou famoso por seu desempenho em Street Figther há alguns anos. Hoje, ele é uma lenda dos eSports e é conhecido em todo o mundo. O pro player testou o aguardado Dragon Ball figtherz, da Bandai Namco, na Tokyo Game Show 2017 e o resultado foi surpreendente.
       
      Ele jogou o game com os personagens disponíveis no teste do game de luta e mostrou suas habilidades.Confira no vídeo abaixo da transmissão.
      The Beast joga à partir de:
      21:02 29:08 35:25 42:02 56:29 1:01:26 O game deve incluir personagens clássicos do universo de Dragon Ball, como Goku, Frieza, Vegeta e Trunks. Além disso, foi revelado que uma personagem inédita também estará no jogo, fazendo a sua primeira aparição.
      Dragon Ball FighterZ deve ser lançado para Xbox One, PlayStation 4 e PC no início de 2018.....
       
      Fonte : IGN
       
    • Por Marco-01
      Fim de semana tem Treta, o maior torneio de jogos de luta do Brasil
      Tradicional evento anual reúne maiores nomes do cenário latino-americano de fighting games em grande celebração com disputa ranqueada de SFV e torneios de vários títulos

      Treta. Substantivo feminino de origem latina e significados múltiplos. Para o rapper Pregador Luo, "São Paulo, vish, é muita treta". E os paulistanos chamam biscoito de bolacha, o que quase sempre gera muita treta com os cariocas. Uma boa treta empolga de trolls de internet a esgrimistas. Os últimos, entretanto, usam a palavra para definir um bom combate de espadas dentro do espírito olímpico. Ou seja: sem treta. Para os amantes de fighting games, Treta é sinônimo do maior campeonato de jogos de luta do país.
      Neste fim de semana, os principais nomes do cenário competitivo da a América Latina se encontram no campus Prado Velho da PUCPR, em Curitiba, para a sétima edição do Treta Championship. Criado em 2010, o campeonato de fighting games já recebeu grandes nomes como Peter “ComboFiend”, Ryan Hart e o atual campeão da Evo, Hajime "Tokido". O CEO, competidor e faz tudo do Treta, Giovane Lurezonski, se orgulha do crescimento do torneio ao longo dos anos:
       
      Considerado um dos "Deuses dos fighting games", japonês Tokido enfrentou PauloW3b (Foto: Reprodução)
      O Treta Championship 2017 faz parte do circuito oficial de Street Fighter V da Capcom, e também conta com torneios de Injustice 2, Mortal Kombat XL, Killer Instinct, Tekken 7, King of Fighters XIV, Guilty Gear Xrd Rev 2, Super Smash Bros, Street Fighter 2X e Marvel vs Capcom Infinite. Além disso, também vai acontecer uma disputa do jogo brasileiro G.U.T.S. Principal expoente de SFV no país, o carioca Thomas "Brolynho" Proença ressalta os efeitos colaterais benéficos do TRT LATAM no contexto do cenário brasileiro:
      - Ele é o torneio mais tradicional de jogos de luta que temos aqui no Brasil. Ele se mantendo frequente é importante para que a gente tenha eventos em outras regiões. No Rio de Janeiro temos o Fight in Rio, em Curitiba também. É importante para manter a cena sempre movimentada com torneios grandes.  
      Mais do que um fim de semanas de competições, a organização considera o Treta Championship como uma oportunidade de aproximar a comunidade de jogos de luta. Entre outros atrativos, uma parceria com a PUCPR oferece área para acampamento no mesmo local do evento, o que reduz consideravelmente o valor do investimento com hospedagem e transporte para os jogadores.
      - Além do torneio, é uma grande celebração. Vem jogadores de todo o Brasil e da América Latina. O evento é uma grande festa anual. O pessoal que quiser pode dormir na PUC. Rola um camping lá. Tem vestiário e tudo. A gente pede pizza e fazemos pilhas de caixas do tamanho de uma pessoa - brincou Guilherme.
      O Treta Championship acontece entre 30 de setembro e 1 de outubro, no no campus Prado Velho da PUCPR, em Curitiba....
       
      Fonte : E-SPORTV
    • Por Marco-01
      Vazamentos revelam detalhes empolgantes do aguardado modo Arcade de Street Fighter V
       
       
      O modo Arcade de Street Fighter V nunca foi tão real
      As coisas não estão lá muito boas pro lado da Capcom. Muitas reclamações com Street Fighter V e seus modos de jogo e agora o mesmo com Marvel vs Capcom Infinite. A empresa parece não encontrar a receita para agradar os fãs de jogos de pancadaria. Eu sou um grande entusiasta com os dois games citados, mesmo sabendo de seus defeitos. São ótimos jogos naquilo que importa: mecânicas de luta e jogabilidade. Mas isso não é o suficiente para vender, aparentemente.
      Então, um grande rumor vem percorrendo a comunidade de Street Fighter V no mundo todo. Conhecido como um “data miner”, pessoa que vai atrás de dados escondidos em arquivos dos jogos para PC, X-Kira pode ter encontrado grandiosos detalhes sobre o modo Arcade de Street Fighter V. Vale lembrar, antes mesmo de nos aventurarmos nas descobertas de X-Kira, que tudo é considerado um rumor até agora.
      Afinal, como será o modo Arcade de Street Fighter V?
       
       
      Baseado nas últimas descobertas de X-Kira, tudo indica que ele encontrou qual será a sequência das lutas no modo Arcade. Em um vídeo ele demonstra que teremos 22 ícones. Dois deles são reservados para os clássicos modos bônus. Segundo X-Kira, o primeiro será o de destruir um carro, mas com a diferença de que tem algo relacionado com Abgail. O segundo será o clássico modo de destruir os barris.
      O restante é dividido em seções onde enfrentaremos determinados personagens da franquia Street Fighter. Por exemplo: os dois primeiros ícones trazem lutadores de Street Fighter Alpha. Os próximos seis ícones são de Super Street Fighter 2. Depois Street Fighter 3, e por aí vai.
      Pela maneira que os ícones são divididos e por contarmos com 14 batalhas no modo Arcade, acreditamos que os jogadores poderão escolher os seus oponentes. Por exemplo: Nos dois primeiros ícones o game apresentam Birdie e Karin (série Alpha) e nós precisaremos escolher com qual queremos lutar.
      O modo Arcade de Street Fighter V poderá ter essa cara
      Outro ponto importante é que os últimos 4 blocos são destinados aos chefes da Shadaloo. Eles poderão vir antes do sub-chefe (que na imagem mostra o Necalli) e do chefão final. Há grandes chances de termos duas surpresas aí. Uma delas é a chegada de Sagat. A outra é o chefe final. Acredito que Necalli poderá ter alguma importância nesta nova fase de Street Fighter V.
      X-Kira ainda diz que poderemos ter desafios relacionados ao modo Arcade. Estes desafios poderão trazer Fight Money aos jogadores. Enfim, tudo parece muito legal, mas até que a Capcom oficialize, não poderemos ficar tão empolgados....
       
      Fonte : comboinfinito